Sites Grátis no Comunidades.net

Total de visitas: 2802474
 
Fértilidade Feminina

 

 

O que se sabe sobre os dias férteis da mulher

Para se entender como são calculados os dias férteis da mulher, é preciso conhecer as variações de alguns sinais do organismo feminino que acontecem no decorrer do ciclo menstrual.


O ciclo menstrual inicia-se no primeiro dia da menstruação, na sua primeira fase ocorre uma produção exclusiva de estrogênio pelo ovário e, logo após a ovulação, tem início a fase de produção de progesterona, conhecida também como fase lútea. Esta fase do ciclo é fixa e a ovulação ocorre cerca de 14 dias antes do início da próxima menstruação.

O tempo de sobrevida do óvulo dentro das trompas, após a ovulação, não é bem definido, mas parece estar entre 12 e 24 horas. Já os espermatozóides parecem ter uma sobrevida maior, variando de 24 até 96 horas. Por isso os dias férteis começam antes mesmo da ovulação.

Alguns sinais fisiológicos são indicativos da ocorrência da ovulação, dentre eles podemos citar a dor pélvica que ocorre em algumas mulheres, provocada pela distensão excessiva do folículo que envolve o óvulo, na hora da eliminação do mesmo.

Outro sinal sugestivo de já ter ocorrido a ovulação é a mudança da temperatura basal do corpo da mulher. Isto ocorre devido a progesterona que promove uma elevação de cerca de 0,2 - 0,6ºC da temperatura. Esta elevação pode ser precedida por uma leve queda, que corresponde ao pico de estrogênio, que ocorre pouco antes da ovulação.

Por fim, outra característica que pode ser avaliada é a mudança do aspecto do muco cervical (secreção que sai na vagina). Após a ovulação, a progesterona faz com que o muco seja produzido em pequena quantidade, sendo espesso e viscoso, devido à grande quantidade de células e a pouca quantidade de líquidos. À medida que aumenta a produção de estrogênio, o conteúdo de água e sódio desse muco se eleva progressivamente, atingindo o ápice no pico de estrogênio pré-ovulatório, então esse muco se torna então volumoso, transparente e com pouca quantidade de células. Esse tipo de muco cervical é altamente permeável aos espermatozóides, facilitando a sua ascensão ao interior do útero. Posteriormente, quando a progesterona começa a ser produzida após a ovulação, o muco se torna novamente espesso e fica impermeável aos espermatozóides.