Sites Grátis no Comunidades.net Criar um Site Grátis Fantástico

Total de visitas: 2802497
 
Como As Mulheres Sentem O Orgasmo


 

 

Volta e meia recebo este tipo de dúvidas, de homens que gostariam de fazer o Suas amadas chegarem ao orgasmo, mas sempre ficam nas dúvidas: onde tocar, como achar o ponto G, enfim, será que existe um ponto mágico capaz de abrir as portas do sexo?

O ponto G das mulheres.

Segundo o Mestre "Broxou" De nada adianta ter o corpo de uma mulher à disposição, é preciso que ela se entregue de alma, relaxe o corpo e a mente - caso contrário o corpo pode estar na cama, mas a mente estará bem longe.

Se um homem quer abrir as pernas e a vagina de uma mulher, ele deve começar pelo lábios. Um bom beijo, bem gostoso, por mais que muitos homens desprezem na hora do sexo, é um dos melhores afrodisíacos femininos. É  amigo, se quer deixar uma garota molhadinha, comece beijando. Mas tem que  saber. E saber beijar não é só por os lábios nós lábios da Mulher. Que nada, tem que sentir o corpo, saber quando tem que acelerar a "pegada", tipo, pega-la bem firme pelos quadris, puxar pra bem perto e se esfregar, porque assim você será capaz de deixá-la no ponto.

Por falar nisso, muitas mulheres reclamam que na hora do beijo o lance estava uma maravilha, parecia que o cara sabia o que estava fazendo, mas virou uma fustração quando mudou para a horizontal.

E aí foi mau, porque o corpo não responde, então elas se sentem...sem vontade.

O que acontece é que muitas vezes, na hora do sexo, muitos homens se esquecem das mulheres, dedicando toda atenção as nadegas, a vagina, os seios, tudo menos a mulher... Sabe de uma coisa? Ao contrário dos homens, que adoramos elogios aos seus Pênis, elas não encaram com a mesma felicidade, quando um homem diz: "Nossa, mas que vagina deliciosa"

 Uma leitora "S. M. R" ficou tão puta da vida porque o namorado só elogiava sua Vagina, que acabou dando um fora no infeliz. Também puderá, porque era ela chegar para ele. E era um tal de "sabia que eu amo sua chaninha?", que ela se sentia competindo com a própria vagina pelo amor do amado.

Se ele se esforçava em ser carinhoso e participativos, na hora da cama parecia que se comportava como se ela não estivessem presentes.

 Ainda pior é o homem que vai pra cama com um roteiro pré-determinado: Meia dúzia de beijinhos, chupadinhas em cada seios, cinco minutos de sexo oral, tudo para terminar na penetração, na monotonia do vai-e-vem...

Escutar uma mulher gemendo e se contorcendo deveria ser um tremendo de um incentivo...

A maioria das mulheres reclamam que seus parceiros não sabem rebolar, mexer os quadris, ficando apenas no entra-e-sai. E como se não bastasse, tirando o contato do pênis com a vagina, muitas reclamam que não são tocadas. E não tem nada a ver com tocar nos peitinhos ou apertar suas bundinhas, o que elas querem é sentir o corpo do parceiro se esfregando nos seus, sentir as coxas roçando no meio de suas coxas...

Melhor que perguntar se ela está com vontade de transar, é faze-la ficar com muita, mas muita vontade.

Não tenha receios, pergunti a ela que  tipo de palavriados ela gostaria de ouvir?  Tente descobrir. Afinal, de que vale uma relação onde você nem imagina o tipo de sacanagem que faz a sua mulher molhar as calcinhas?

Não adianta reclamar que as mulheres não demonstram muito interesse no sexo! Se você vive cortando o barato. Há mulheres, que resolvem experimentar um lance diferente, chega toda alegrinha pra o amorzão, mas ele estraga a parada com perguntas idiotas: "Com quem você aprendeu a fazer isso?"

É preciso incentivá-las, fazer com que elas coloque pra fora o fogo que existe em todas as mulheres, pois muitas só mostram seu lado mulher, quando um homem merece.

Tudo bem que elas adoram saber que são amadas...

Muitas querem um pouco mais de atrevimento, ouvir propostas indecentes sopradas em seus ouvidos, enfim, querem ser tratadas como mulheres, não como uma namoradinha santificada.  Mas ninguém agüenta fazer sexo só na base do "papai e mamãe".

 

http://images.comunidades.net/enf/enfermagem/047_1000fg.jpg