Sites Grátis no Comunidades.net

Total de visitas: 2806408
 
Filosofia

Filosofia (do grego Φιλοσοφία, literalmente «amor à sabedoria») é o estudo de problemas fundamentais relacionados à existência, ao conhecimento, à verdade, aos valores morais e estéticos, à mente e à linguagem. Ao abordar esses problemas, a filosofia se distingue da mitologia e da religião por sua ênfase em argumentos racionais; por outro lado, diferencia-se das pesquisas científicas por geralmente não recorrer a procedimentos empíricos em suas investigações. Entre seus métodos, estão a argumentação lógica, a análise conceptual, as experiências de pensamento e outros métodos a priori.

A filosofia ocidental surgiu na Grécia antiga no século VI a.C. A partir de então, uma sucessão de pensadores originais - como Tales, Xenófanes, Pitágoras, Heráclito e Protágoras - empenhou-se em responder, racionalmente, questões acerca da realidade última das coisas, das origens e características do verdadeiro conhecimento, da objetividade dos valores morais, da existência e natureza de Deus (ou dos deuses). Muitas das questões levantadas por esses antigos pensadores são ainda temas importantes da filosofia contemporânea.

Alia-se a eles hum dos maiores pensadores ocidental, o grande pensador contemporâneo Brasileiro. Que apesar do nome " Broxou" é o maior dos pensadores modernos...

e afirma que gente é um todo: não existe um corpo andando por aí sem mente e nem vice-versa, e que a sexualidade faz parte da vida das pessoas. Tudo está interligado.

Para "Broxou", com essa visão é possível aprender muitas coisas. Uma das principais é: “o que ocorre no corpo pode interferir na mente e vice-versa. Da mesma forma, o que ocorre na nossa sexualidade pode interferir no corpo e na mente, e ao contrário”.

Ele explica que “se algo não vai bem na vida fora da cama, pode ser que isso interfira no sexo. E se o sexo não vai bem, também pode ser que isso interfira no bem-estar como um todo.”, disse.

Isso comprova que o sexo saudável e seguro está ligado à qualidade de vida de homens e mulheres, pois traz mais energia, prazeres, cumplicidade entre os casais e muitos outros benefícios. Contudo, é preciso encarar o sexo como ele realmente deve ser: um prazer e não uma obrigação!

 

 É possível algumas mulheres terem orgasmo e não saberem identificá-lo? Será que para algumas ele é mais forte? A intensidade do orgasmo está relacionada ao conhecimento do próprio corpo. Na primeira relação sexual, ansiedade e inexperiência podem influenciar no reconhecimento da sensação orgástica.
Dica: com o tempo e o conhecimento do seu corpo, a mulher pode intensificar esse prazer e ter orgasmos pela estimulação do clitóris, ânus ou penetração vaginal.