Sites Grátis no Comunidades.net Criar um Site Grátis Fantástico

Total de visitas: 2816535
 
Infidelidade

 

O adultério é uma palavra originada da expressão latina "ad alterum torum" que significa literalmente na cama de outro(a), designa a prática da infidelidade conjugal. Com o passar do tempo seu sentido estendeu-se ao sentido de fraudar, falsificar - adulterar. O adultério ocorre quando, durante o casamento ou Namoro uma das partes passa a relacionar-se com outro(s).
Segundo pesquisas. Apenas um em cada quatro brasileiros casados ou namorados esperam que os parceiros sejam fieis. Isso significa que 80% das pessoas casadas ou namorando acreditam que serão traídas. Já a pesquisa quantitativa com 1.500 homens e mulheres de São Luis-MA, coordenada pela antropóloga Kátia Sousa, professora Universitária, revelou que 60% dos homens e 47% das mulheres se confessaram infiéis.Levantamento feito por especialistas aponta que 70% dos casais que deparam com situação de infidelidade seguem juntos, sendo o perdão o grande dilema a ser resolvido. Com a quebra da confiança mútua, atividades que anteriormente passariam como normais como uma cerveja com amigos, um telefone que toca, agora se tornam fonte de dúvidas e incertezas, as quais, geralmente, produzem conflitos morais e psicológicos de grande intensidade.
Saiba como identificar algumas atitudes que podem indicar uma possível traição no casamento ou namoro. Suas chances de estar sendo traída(o) aumentam quando:
  • o cônjuge começa a chegar em casa mais tarde do que o horário habitual.
  • reuniões de trabalho aos finais de semana e viagens a trabalho passam a ficar mais frequentes.
  • quando está a seu lado e o celular toca seu cônjuge se afasta e começa a falar mais baixo.
  • ele(a) começa a querer ficar mais tempo longe de você.
  • você sente que sua presença em reuniões com amigos passa a ser dispensável.
  • as suas ligações para o celular dele(a) dificilmente são atendidas.
  • a frequência e a qualidade da atividade sexual do casal é reduzida e as desculpas começam a surgir.
  • seu cônjuge passa a dar uma importância maior para a aparência, inclusive quando vai à padaria.
  • roupas novas passam a fazer parte constante da lista de compras dele(a).
  • o amor de sua vida começa a cuidar do corpo com súbita vontade de fazer ginástica.
  • ele(a) passa mais tempo criticando você do que lhe elogiando.
  • a conta de celular ou cartão de crédito de seu cônjuge some sem deixar vestígios.
  • você passa a se interessar pelo assunto e começa a pesquisar sobre como descobrir indícios de traição.
Suas chances de estar sendo traído aumentam na mesma progressão do número de itens acima descrito. Mas não se preocupe, você não foi o primeiro, nem será o último.

Outras probabilidades de infidelidade

Segundo as psicólogas americanas, existem uma grande diferença entre os motivos que levam à traição fazendo com que a percepção que os homens têm sobre a infidelidade feminina seja bem diferente da realidade.
Os homens geralmente não têm a mínima ideia de quando a mulher está vivendo um romance fora do casamento, ao contrário das mulheres, que, segundo constatou, estão certas em 90% das vezes em que desconfiam. Sua tese afirmava os indicios são geralmente ao contrário. Por exemplo: não passa pela cabeça de grande parte deles que a mulher possa se interessar por um tipo mais velho, careca e com uma barriguinha saliente. O marido, tende a desconfiar do homem bonito, jovem e sarado. No entanto, se o sujeito da barriguinha apresentar bom desempenho (emocional, ressalte-se, traduzindo-se em paparicações e demonstrações de afeto), terá boas chances. Em alguns casos, a perfídia (deslealdade) feminina não é apenas paranoia dos machões.
Depois de começar a trair meu marido, passei a tratá-lo como um rei em casa. Ele não percebia nada, embora eu ficasse muito ausente – inventava cursos de cerâmica, mil viagens de trabalho, passava o dia na internet, tinha dois endereços de e-mail que meu marido ignorava. Eu sabia que ele jamais descobriria porque ficaria procurando contas de cartão de crédito ou chamadas no celular, coisas que, obviamente, eu escondia.
conta uma Professora  de 44 anos, que manteve um caso extra-conjugal por três anos. ___ Traição (do lat. traditione, entrega) 1. Ato ou efeito de trair (se). 2. Crime de quem, perfidamente, entrega, denuncia ou vende alguém ou alguma coisa ao inimigo. 3. Perfidia, deslealdade, aleivosia. 4. Infidelidade no amor.
Principais causas As principais causas que levam uma pessoa a trair outra são: carências, insatisfação em relação a desejos e expectativas com o cônjuge, vingança, estímulo provocado pela sensação de perigo, busca pelo novo, questões culturais, falta de caráter.
Traição conjugal é considerada como a quebra de um compromisso de fidelidade. É uma violação de regras e limites mutuamente acordados em um relacionamento. Em sua acepção mais comum, a fidelidade é manter relações amorosas somente com uma pessoa que é sua parceira ou parceiro. Portanto, a trair é quebrar este pacto tácito de manter relações sexuais com uma pessoa que escolhemos como parceiro ou parceira. Ou seja... é uma grande safadesa, embora tenha quem goste.